Modo de Ver

HOME   /   MODO DE VER   /   TAG   /   RECORDAÇÕES

A coluna "Modo de Ver" foi publicada semanalmente no jornal Correio de Uberlândia de janeiro de 1996 a dezembro de 2016. A partir de 2017, os textos passaram a ser publicados no Diário do Comércio de Uberlândia.

4 Comentários  
156 Visualizações  
22 de Junho de 2016 Alexandre Henry

70 anos

A festa no próximo sábado seria grande, eu tenho certeza. Afinal de contas, não é todo dia que se completa 70 anos de idade, não é mesmo? Mas, eu não consigo imaginar nem mesmo como seria essa festa, pois as referências foram se perdendo no tempo. Lá se vão quase 33 anos que minha mãe faleceu e não me restou ...

Ler texto

4 Comentários  
137 Visualizações  
20 de Janeiro de 2016 Alexandre Henry

Vinte anos!

Exatamente hoje, dia 20 de janeiro, completo 20 anos de coluna Modo de Ver aqui no Correio. São mais de 1.000 textos publicados semana após semana. Acho que deixei de enviar minha coluna umas três ou quatro vezes nessas duas décadas, se muito.

Para quem gosta de escrever e quer seguir o mesmo caminho, o mundo hoje está bem ...

Ler texto

4 Comentários  
137 Visualizações  
25 de Novembro de 2015 Alexandre Henry

Aquela lista

Às vezes, tudo o que você precisa fazer é ligar. Sim, ligação daquelas em que você usa a sua voz mesmo. Pode ser apenas para dizer "Como você está passando?" ou para falar de futebol. Não vale rede social, pois a palavra escrita é como um retrato: pode até mostrar em detalhes o rosto, mas nunca vai transmitir a ...

Ler texto

4 Comentários  
115 Visualizações  
30 de Setembro de 2015 Alexandre Henry

Saudades do MIrante

Não sou saudosista, mas há alguns dias senti uma certa nostalgia ao me lembrar do "Mirante Bar", em Uberlândia. Ficava em uma área mais alta do bairro Cidade Jardim e foi meu destino durante muitas noites no comecinho da década de 1990.

O estabelecimento, na verdade, não passava de um boteco simples. Só que o bairro ainda não tinha prédios ...

Ler texto

  Motivacional  
4 Comentários  
141 Visualizações  
16 de Setembro de 2015 Alexandre Henry

Quando envelheci

Quando foi que você amadureceu? Em que momento da sua vida você percebeu que não era mais uma criança e que o mundo adulto tinha chegado, com todas as suas obrigações, assuntos sérios e decisões diárias? Ou isso ainda não aconteceu?

Li um texto interessante da Tati Bernardi sobre o tema outro dia. Ela está escrevendo um roteiro sobre "um ...

Ler texto

4 Comentários  
140 Visualizações  
3 de Setembro de 2015 Alexandre Henry

Refúgio na toca

Durante as duas décadas em que morei com meus pais, não tenho lembranças de gritos dentro de casa, muito menos de xingamentos. Aliás, palavrão foi algo que só entrou no meu vocabulário depois de eu ter ido fazer faculdade em São Paulo. Não que minha casa fosse o mais perfeito dos lares, não é isso. Mas, sempre foi um lugar ...

Ler texto

4 Comentários  
136 Visualizações  
22 de Julho de 2015 Alexandre Henry

E o Bilu se foi

Foi tudo muito rápido. Pouco antes da meia-noite que marcaria o final do último domingo, eu estava na cozinha e ouvi minha esposa me chamar. A gente sabe quando as coisas não estão bem pelo tom de voz da pessoa. E o tom da voz dela indicava que era algo grave. Quando cheguei ao nosso quarto, Bilu, o gato persa ...

Ler texto

0 Comentários  
111 Visualizações  
6 de Maio de 2015 Alexandre Henry

20 anos de internet

No último 1º de maio, a internet comercial no Brasil completou exatos 20 anos de funcionamento. Foi em 1995 que os primeiros brasileiros fora do âmbito universitário ou governamental começaram a ter acesso àquela tal “rede mundial de computadores”, cuja potencialidade ainda não havia sido totalmente estimada.

Para comemorar esse aniversário de duas décadas, eu apaguei o Facebook do meu ...

Ler texto

0 Comentários  
110 Visualizações  
7 de Fevereiro de 1996 Alexandre Henry

A velha caixinha esquecida

Há alguns dias, eu estava quieto em casa quando me lembrei da minha velha caixa de madeira. Certa vez, eu quis um lugar para guardar coisas só minhas e a paixão pela caixa foi à primeira vista. Desde esse dia, eu comecei a colocar lá tudo o que já teve algum significado para mim, não importando se foi bom ou ...

Ler texto