Modo de Ver

HOME   /   MODO DE VER   /   INVEJA DE JAGGER

A coluna "Modo de Ver" foi publicada semanalmente no jornal Correio de Uberlândia de janeiro de 1996 a dezembro de 2016. A partir de 2017, os textos passaram a ser publicados no Diário do Comércio de Uberlândia.


4 Comentários  
362 Visualizações  
24 de Fevereiro de 2016 Alexandre Henry

Inveja de Jagger

Fui ao show dos Rolling Stones no Rio de Janeiro, no último sábado, e fiquei absolutamente impressionado com o vigor de seus integrantes, especialmente o vocalista Mick Jagger. A apresentação durou mais de duas horas e apenas uma música foi mais sossegada. O resto tudo foi o mais puro rock ‘n roll e Jagger pulou, correu, dançou e se mexeu o tempo inteiro, mas o tempo inteiro mesmo. Claro, cantou também e, diga-se de passagem, cantou muito bem e com um vozeirão impressionante, sem aquele velho truque de deixar a plateia levar a música sozinha nas notas mais altas.

Mick Jagger fará 73 anos em julho. É mais do que a expectativa de vida do homem brasileiro. Nessa idade, a maioria dos mortais ainda vivos já está mergulhada em remédios para pressão alta, diabetes e outros males, lutando para caminhar alguns quarteirões sem precisar de ajuda. Jagger fez de tudo na vida e um cotidiano regrado, daqueles recomendados para esticar os dias na terra com qualidade, certamente nunca foi algo que ele prezou. A impressão que se tem é a de que ele vive de forma intensa e sem se olhar pelo retrovisor que mira o passado. Idade? Não, ele não sabe o que é isso. Seu corpo se mexe como o de um garoto, sua energia explode como a de um adolescente e o cansaço passa longe de seu semblante. Já caminhando para o final do show, meus pés e minhas pernas pediam arrego, mesmo eu tendo chegado ao estádio com pouca antecedência. Pensei em reclamar das dores e me senti envergonhado: ainda nem fiz 40, estava parado no mesmo lugar e ainda sentava de vez em quando, enquanto aquele senhor septuagenário já tinha gastado mais calorias em duas horas do que eu em semanas de exercícios.

Sim, fiquei com inveja de Jagger. Aliás, há muito o que invejar dele: um dos rockeiros mais famosos da história, fama mundial, dinheiro e mulheres. Mas, o que se sobressaiu para mim foi o domínio do tempo, a jovialidade que teima em não ir embora. Manter o pique depois de tanto tempo talvez seja o mais difícil. Fama, dinheiro e mulheres fizeram parte da vida de muita gente. Já tudo isso e mais duas horas e meia de pura adrenalina em cima de um palco, como se fosse a primeira vez, quase ninguém teve ou terá. Nesse ponto, Jagger é um exemplo.

Alexandre Henry

Avalie o texto:

Comentários

  1. 9fPxA9oLln

    23 de Dezembro de 2016 às 02:31

    ãÂ£¿Ã£ÂÂªÃ£ÂÂ•Ã£ÂÂ¾Ã£Â€ÂÃ¦Â¸Â©Ã£ÂÂ‹Ã£ÂÂ„コメント・アドバイス等、本当にありがとうございます!転勤先は実家から新幹線で片道4時間のところです。出産してすぐに戻りたいのもありますが、赤ちゃんを連れて4時間も新幹線に乗るのは少し抵抗があります。(首もすわっていなし、産まれて1か月後は12月なのであまり外出させたくありません)また、県外転勤は主人から申し出たことなので、私は反対したのになぜこんな時期に自分から・・・と思ってしまい、なかãªかついていく決心がつかないのも事実です。みなさんからのコメントにも2、3か月あ‚ご主人と離れて大丈夫?ご主人も不安なのでは?とÁ„うものがありますが、この時期の転勤は避けれたのに主人から転勤したいといったので、勝手に行けばという気持ちも出てきてしまっています。出産という家族の一大事というか重要なことなのに、自分の願望だけで決めるのはおかしいですよね??みなさんなら許せますか?また、子どもの住民票を何度も動かすのは・・・というご意見がありましたが、それはどういったことでしょうか?履歴が残ると支障がでるのですか?無知なので、教えていただけると助かります。明日新居に行ってきます。もうすぐ9か月を迎えるので一人で4時間も新幹線に座ったりしているのはつらいですが、先に届いている荷物を開けたり整理しないといけないので無理せずがんばります。また、役所に行って確認してみます。1f4c

  2. sL80h6eFvKa

    24 de Dezembro de 2016 às 10:51

    That's a brilliant answer to an <a href="http://qajamjbtb.com">initersteng</a> question

  3. hEM73TxmS6tc

    25 de Dezembro de 2016 às 17:18

    Artlices like this are an example of quick, helpful answers. http://wtwkfgeta.com [url=http://uwgdmswqbj.com]uwgdmswqbj[/url] [link=http://yzljre.com]yzljre[/link]

  4. 9nkI5nlccZ

    27 de Dezembro de 2016 às 01:35

    BS low - <a href="http://dedlrrq.com">ratlinaioty</a> high! Really good answer!

Envie seu comentário

Seu email não será exibido.*